RESENHA DE A MULHER NA JANELA – POR A.J. FINN
RESENHA DE CONTAGEM REGRESSIVA – POR KEN FOLLETT
RESENHA DE UM SEDUTOR SEM CORAÇÃO – POR LISA KLEYPAS

[Precisamos falar sobre...] Por que eu escrevo resenhas?

30 janeiro 2018

Olá, orbitantes.

Essa coisa de escrever para o blog e acabar participando de grupos voltados para leitores no facebook me trouxe muitas coisas bacanas, mas ultimamente tenho visto muitas criticas nesses grupos a pessoas que escrevem resenhas. Alguns acham as resenhas grandes demais, querem ler só o que a pessoa achou ou não do livro, outros reclamam das divulgações, outros alegam com veemência que as resenhas não são confiáveis pois nós as fazemos para as editoras, etc...

Então, eu resolvi contar a minha experiência nesse meio (apesar de saber que ainda sou nova nisso), e um pouco do que acontece nos bastidores para quem realmente tem curiosidade e não fica só reclamando por reclamar. Então vamos nessa?






Bom, vamos começar pelo período arcaico. Sou da época do Orkut, nessa época, por volta de 2007, eu era (ainda sou) apaixonada por fantasias voltadas ao público juvenil, mas muitos desses livros eram lançados no exterior, mas não no Brasil. Era o que acontecia na época com A Mediadora e Instrumentos Mortais, por exemplo. Então nós formávamos grupos no Orkut com a finalidade de traduzir e disponibilizar esses livros. Portanto, nessa época eu interagia bastante com outros leitores e até ajudava nas traduções às vezes.

No entanto, eis que eu comecei a cursar a faculdade e simplesmente não tive mais tempo, porque eu trabalhava e estudava. Eu continuei lendo sim, mas já não interagia com outros leitores e nem fazia mais parte de grupos. Nesse período eu não tinha tempo nem de sentir falta.

Depois que me formei comecei a ter mais tempo para ler e passei a ter necessidade de voltar a interagir com outros leitores, foi quando entrei em um grupo grande voltado para leitores no face (aqui). E ali eu interagia cada vez mais, via as pessoas postando as resenhas e comecei a querer expressar minha opinião sobre os livros também e comecei a fazer isso com cada livro que lia, ali no grupo mesmo. Até que vi um post da Stef nesse grupo procurando resenhista para o blog dela. E aí pensei: Por que não?






E cá estou, a Stef. me escolheu mesmo sem eu ter qualquer tipo de experiência com blogs ou resenhas ou qualquer coisa do tipo. Ela me escolheu porque escrevo bem e porque prometi ser responsável, mesmo não sendo algo remunerado.

Ah, agora cheguei num ponto chave: eu recebo para escrever as resenhas? NÃO! Eu não recebo dinheiro. Às vezes recebo livros. E como isso funciona? As editoras abrem parcerias e selecionam alguns blogs para enviarem livros, em troca nós os resenhamos. É bem difícil conseguir parcerias e o Galáxia ainda é pequeno em comparação com outros blogs bem maiores, por isso ainda é difícil sermos escolhidos. Mas o que mais gosto daqui é que o ambiente é bem tranquilo, todas as meninas se dão bem e não tem aquela coisa de competição entre nós.






O fato de o livro ser de parceria faz com que tenhamos obrigação de escrever uma resenha elogiosa? Não. Até porque seria burrice por nossa parte e por parte das editoras. Com o tempo as pessoas parariam de aceitar nossas dicas se percebessem que mentimos nas resenhas. Eu mesma já escrevi algumas críticas bem negativas em livros de parceria.

E, sendo bem honesta agora, as parcerias são legais, quem não gosta de ganhar livros? Mas principalmente, são legais por serem o reconhecimento de um trabalho bem feito. Mas a maioria das pessoas que vejo escrevendo para blogs já tem mais livros do que conseguem ler (meu caso, admito). Então é raro encontrar alguém que escreve para algum blog somente com o intuito de ganhar livros, exceto talvez aquelas pessoas mais novas que ainda não começaram a trabalhar, e, mesmo assim, se a pessoa realmente não gostar de escrever e discutir sobre livros, garanto que não ficaria muito tempo.

As pessoas escrevem para os blogs porque realmente gostam de fazer isso e, mesmo ganhando livros, eu garanto que os gastos são bem maiores. Por exemplo, recentemente trocamos o layout, a Stef. pagou alguém para fazer isso e não é barato, e, também quando recebemos os livros de parceria pagamos o frete (antes a Stef. arcava com tudo sozinha), porque os livros vão para a casa da Stef. e depois ela tem que enviar para a gente. além de uma série de gastos que, se formos colocar na ponta do lápis, dá um valor razoável.

Sem contar que fazemos network, ou seja, lemos resenhas de outros blogs também. E sério, tem algumas resenhas que a pessoa parece mágica, eu termino de ler a resenha doida, fissurada para ler o livro e muitas vezes saio louca querendo comprá-lo. E, confesso, não é sempre que consigo controlar esses impulsos.






E sim, nem tudo são flores, sei que existem muitas briguinhas e intrigas infantis rondando a blogosfera, mas procuro não saber muito sobre e nem fazer parte disso porque simplesmente não tenho mais idade para esse tipo de coisa. E nem tempo. Trabalho e estudo, então sigo um cronograma apertado. O tempo que tenho uso para ler ou tentar criar conteúdos legais.

E, por falar em idade, vejo pessoas de todas as idades escrevendo para os blogs, desde pessoas de 13/14 anos que são coisas lindas de viver e já escrevem excepcionalmente bem, até pessoas mais velhas, que já têm filhos, e, inclusive narram suas experiências de leituras com as crianças, coisa que eu amo acompanhar também.

Agora, dá para ganhar dinheiro com o blog? Deve dar. Mas tem que ser um blog grande e com muitos seguidores e isso leva tempo e dedicação. Acho que os blogs de hoje que geram alguma rentabilidade foram criados naquela época de Orkut que eu mencionei antes, sabem? E confesso que não tenho noção de quanto e nem como porque não é meu foco e é algo bem fora da minha realidade.

Tá bom, falei muita coisa, mas fugi do principal, porque escrevo para o blog? Porque amo ler e escrever, principalmente sobre livros, mas aqui tenho liberdade de escrever o que surgir na minha cabeça oca. E isso aqui tem me ajudado muito a lidar com a pressão do dia-a-dia, então só tenho que agradecer à Stef. e às meninas por permitirem que essa seja uma fonte de alento para mim e não mais uma fonte de estresse. Sério, eu amo ter e compartilhar ideias com vocês, amo nossa criatividade quando pensamos juntas.

E só mais uma coisinha, em relação a divulgação: sei que pode ser chato entrar em grupos e ver vários links ali, mas peço que tenham paciência. Dedicamos tanto carinho para escrever um texto e é horrível quando ninguém lê.

Bom, é isso.
Espero que tenham gostado do post, apesar de ter ficado um pouco maior do que eu previa.
Fiquem de olho que logo tem mais.








Barbara M. Cabalero
Advogada, concurseira e apaixonada por livros desde criança.
Meu gênero favorito é fantasia, mas sou bastante eclética,
leio quase todos os gêneros.
22 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

22 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Realmente existe muitas tretas na blogsfera, mas também tento ao máximo não participar disso e que bacana que você ajudava a traduzir livros! Eu sempre gostei de ler mas para escrever resenhas comecei apenas ano passado e desde então não parei. É algo que eu gosto de fazer além do fato de transmitir leituras boas para os leitores.
    Adorei o post!

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto, ele expressa bem o que muitas blogueiras literárias enfrentam, seja em seus questionamentos pessoais, seja em seus grupos iterários. Infelizmente eu não consigo encontrar colaboradores comprometidos e todo a Cabine sozinha. Eu sei bem minhas limitações, por isso evito dar passos maiores que minhas pernas e independente de parceiro ou não eu vou ser sincera com minha opinião sobre o que li.
    Me identifiquei com bastante coisa e muitas me valem como dica, parabéns.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Amei seu texto! Você disse tudo que eu já pensei nas minhas noites antes de dormir haha.. É meio chato ler comentários de pessoas que visivelmente não leram nada do conteúdo que você faz com tanto carinho! Eu mesma ainda estou na fase de ficar triste com isso.. É tão bom ter nosso trabalho valorizado e você falou certo, nós não ganhamos nada mais do que alguns livros, mas continuamos fazendo porque amamos escrever sobre os livros <3 E vamos continuar assim, firme e forte menina! Beijoos pra ti!!

    Ritch
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  4. Bem interessante o seu texto e bem reflexivo, eu só acho que a expressão: ganhar livros seja errada, pelo fato que não ganhamos, é um trabalho, para mim ganhar e não ter obrigação com aquilo, simplesmente é um lazer, e a partir do momento em que recebemos da editora e temos que fazer um trabalho encima deles deixa de ser ganhado e para a ser somente recebido. Isso na minha concepção. No meu inicio do mundo dos blogs eu também usava essa expressão ate que vi que não é bem assim. Mas no geral está muito bom seu texto, parabéns.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Adorei o post! Participei por um tempinho da blogosfera e por motivos de força maior precisei me ausentar... Seu "desabafo" é muito inspirador e me deixa morrendo de vontade de retornar. Espero conseguir ordenar tudo rápido e conseguir voltar o mais rápido possível, pois amo o universo literário.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Adorei! É isso aí! A gente resenha o que lê pq queremos compartilhar experiências com outras pessoas, fazer amigos e etc. Amei o post! Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oie
    Adorei esse seu texto e super concordo com suas palavras. Algumas pessoas não entendem que escrevemos resenhas por amor, porque gostamos disso e não para conseguir livros de graça com editoras. Claro que seria ótimo se eu conseguisse parceria com editoras, eu iria amar. Mas até tem chão e continuo fazendo minhas resenhas. Amei o post.
    Bjos, Bya! 💋

    ResponderExcluir
  8. Oi, Barbara. Achei bem interessante a sua postagem. Eu ainda não havia visto essa discussão sobre as resenhas, mas acho que cada blog tem o seu jeitinho, cada blogueiro faz da sua maneira. Eu, por exemplo, gosto de fazer uma resenha mais detalhada e sem spoiler coloco primeiro um resumo da obra e por fim coloco a minha impressão sobre a leitura. Quem visitar o meu blog em busca de alguma resenha tem a opção de ler só sobre a trama, ler só a minha opinião ou ler tudo. Eu adoro ler resenhas assim detalhadas e sinto falta desses detalhes quando eu leio uma resenha curta, as cada um com seu cada um e todos fazemos o que gostamos (como você falou) que é falar sobre livros.

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?

    Acho que você definiu a vida do blogueiro literário por completo, só o que há são as famosas tretas, um tentando ser melhor que o outro, blogueiros brigando para serem parceiros e por aí vai, e em minha opinião não deveria haver isto, pois mostra que está somente interessado nos ganhos. Acho que acima de tudo, deve haver o amor.

    Abraços,
    https://jovemcigano.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá, muito bom seu post. Se não fosse por amor, por gostar de escrever sobre livros, eu também não continuaria tendo um blog literário, pq dá trabalho, muito trabalho.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Que texto incrível!
    Acho que independente do tamanho do livro, de parceria ou não, deve-se prevalecer sempre o amor que temos pelo qu fazemos. Adoro o que faço e realmente manter um blog não é fácil, mas pra falar de resenhas independente de ser uma negativa se a pessoa sabe como se expressar ainda assim fica legal e respeitoso para o outro ler e ainda gerar boas discussões entre os leitores.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Me senti tão representada lendo seu texto! Eu criei meu blog porque amo ler e queria compartilhar um pouco desse amor. Amo sentar para escrever as resenhas e abrir meu coração sobre aquela leitura. Mas fico muito triste quando vejo pessoas menosprezando o trabalho de blogueiros literários, falando que a gente só quer receber livros de graça. Poxa, manter um blog com qualidade não é fácil, demanda, tempo dedicação e esforço. Além disso, como você mencionou, envolve muitos gastos também.
    Então é triste escrever uma resenha com tanto amor e ver pessoas menosprezando nosso trabalho.
    Amei muito seu texto e concordo plenamente.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Eu achei o seu texto bem pertinente. Entre ha pouco nesse universo e não imaginava o quão trabalhoso seria esse job. Entrei nesse universo porque queria compartilhar com alguem sobre os livros que lia. Escrever da um trabalho imenso e manter um blog de qualidade é maior ainda. Parcerias são maravilhosas, mas exigem muito tambem e, na maioria das vezes não querem ter um retorno negativo da nossa parte, o que acaba nos tolindo.

    Desejo sucesso. Que possamos continuar a fazer o que gostamos com amor :)

    Beijos,
    Thalita Sousa

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Assim como você, sigo um cronograma bem apertado entre estudar, trabalhar, postar no blog (que está bem escasso) e prefiro não saber sobre essas brigas e intrigas porque infelizmente acaba abalando um pouco a gente também, afinal muitas vezes são por motivos pequenos e até meio sem sentido (meu ponto de vista).
    Adorei sua postagem e estou no mesmo barco que você: faço isso porque amo e queria até ter mais tempo para me dedicar a tal atividade.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  15. Olá! Que tenho lindo. Você resumiu bem o que tenho pensado. Sou nova na blogosfera, mas já vejo muita coisa. Não é fácil escrever, e bem. Às vezes a gente fica sem ideia e quando expomos as que temos é triste quando alguém critica não para nos ajudar e sim para derrubar.

    Eu estou no último período da universidade e está bem corrido, mesmo assim tento arrumar tempo para o blog e interagir com vocês.

    Adorei seu texto.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oi Barbara!
    Muito legal teu post, já ouvi algumas coisas das que citou acima. Infelizmente meu tempo é bem pouco e não consigo participar de muitos grupos de interação entre leitores. Acredito que em todo meio existem as exceções, então existem algumas pessoas que podem até fazer parceria apenas para receber o livro, mas não acho que consigam manter o foco em um blog, se seu interesse for apenas esse. Eu tenho dois filhos e o tempo que passo preparando resenhas ou qualquer outro post no blog, sempre faço por amor... Queria eu ter mais tempo para isso.... Beijinhos e sucesso!

    ResponderExcluir
  17. Olá
    Eu estava comentando sobre isso esses dias com um grupo de amigos. Sobre escrever ou nao resenhas de livros que não gostamos, mesmo que seja recebido de parceria. Chegamos a conclusão que é sempre importante realçar os pontos positivos, mas também citar algo que não gostamos. Eu tenho algumas poucas resenhas negativas no meu blog, mas é porque eu geralmente gosto dos livros que leio, porque leio aquilo que sei que vou gostar e me interessar. Mesmo em livros que amo as vezes encontra: no início foi bem difícil pra mim me conectar a história, ou A edição não é tão boa quanto o livro merecia, li no momento errado, mas escrita é bem boa. Enfim... Eu consumo resenhas, produzo resenhas e faço isso porque amo ler, amo livros e amo compartilhar esse amor por ai.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  18. Eu comecei escrever minha resenhas por conta de um desafio de uma amiga que acabei fazendo .Com o tempo fui pegando gosto e acabou que não parei mais. Gosto de escrever sobre o que li e falar para as pessoas sobre isso. Indicar livros, estas coisas. É uma forma de atingir mais pessoas para este maravilhoso mundo da literatura.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  19. oiee, gostei muito do seu texto, realmente é essa a nossa realidade, é um trabalho dificil e que trás gastos, realmente ganhar dinheiro tem que ser bem grande e bem visível a grandes parcerias. enfim adorei muito o texto.

    ResponderExcluir
  20. Barbara, seu texto é lúcido e reflete muito a minha experiência com blogs. Meu primeiro blog literário chamava Metáforas cotidianas, lá nos idos 2006. Caramba!
    Nessa época não tinha esse negócio de parceria com editora. De lá pra cá algumas coisas mudaram. O que não mudou foi que quem escreve sobre livros é que ama ler e escrever. Esse negócio de ganhar dinheiro é quase como uma ilusão. Só alguns vão conseguir. E para isso é preciso muita dedicação.
    O dinheiro que entra no meu blog mal consigo pagar a hospedagem e domínio.

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Texto incrível. E compartilho do seu sentimento porque também amo escrever sobre os livros que li e as histórias que me encantaram!!!

    ResponderExcluir
  22. Adorei o que escreveu. Parabéns por suas verdades. Também escrevo sobre o que leio e acho importante por ajudar a espalhar a leitura e a ajudar as pessoas a encontrarem o que gostam.]

    ResponderExcluir

 
© Galáxia de Ideias, VERSION: 01 - BLUE UNIVERSE - janeiro/2018. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda. Widget inspirado/base do menu por MadlyLuv
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo