RESENHA DE UMA HISTÓRIA DE VERÃO – POR PAM GONÇALVES
RESENHA DE UM BEIJO Á MEIA-NOITE – POR ELOISA JAMES
RESENHA DE OS PÁSSAROS – POR FRANK BAKER

[Resenha] O silêncio das águas - Por Brittainy C. Cherry

02 fevereiro 2018

Título: O silêncio das águas
[Elementos #3]
Autor (a): Brittainy C. Cherry
Páginas: 364
Editora: Record
Skoob || Goodreads
Compre: Amazon || Submarino || Americanas

Sinopse: Da autora de O Ar Que Ele Respira e A Chama Dentro de Nós, uma história de amor que precisará vencer todos os obstáculos.
Quando a pequena Maggie May presencia uma cena terrível à margem de um rio, sua vida muda por completo. A menina alegre que vive saltitando de um lado para o outro e tem uma paixonite por Brooks Griffin, o melhor amigo de seu irmão, sofre um trauma tão grande que acaba perdendo a voz. Sem saber como lidar com o problema, sua família se vê em uma posição difícil e tenta procurar ajuda, mas nenhum tratamento vai adiante. Ao longo dos anos, Maggie aprende sozinha a conviver com os ataques de pânico e, sem conseguir sair de casa, encontra refúgio nos livros. A única pessoa capaz de compreendê-la é Brooks, que permanece sempre ao seu lado. A cumplicidade na infância se transforma em amizade na adolescência, até que um dia eles não conseguem mais negar o amor que sentem um pelo outro. Mas será que o forte sentimento que os une poderá resistir aos fantasmas do passado e a um acontecimento inesperado, que os forçará a navegar por caminhos diferentes? 



Resenhas anteriores
Elementos #1 - O ar que ele respira
Elementos #2 - A chama dentro de nós 



Maggie tinha seis anos quando ganhou uma família. Seu pai casou novamente, e ela ganhou dois irmãos e uma mãe. E tinha dez anos quando conheceu o amor: Brooks, o melhor amigo do seu irmão.

"O que Brooks não sabia era que ele era a maior aventura da minha vida. Ele era minha jornada favorita, a âncora que sempre me levaria para casa."

Aos 10 ela era uma garota feliz e tagarela e estava planejando seu casamento com Brooks para os próximos dias, apesar da relutância dele, quando combinou de encontrá-lo no bosque para o ensaio do casamento. Maggie teve de sair escondida de casa (sua mãe não entendia que era um dos dias mais importantes da sua vida?), mas Brooks não chegava. 

"Boa noite, Maggie. As batidas do seu coração fazem o mundo continuar girando."

O que aconteceu? Cadê ele? Brooks nunca se atrasava. Será que confundiu o local? Maggie decide procurá-lo no bosque, mas está escurecendo. Ela já não passou por aquela árvore? Opa, barulho de água. Do lago ela com certeza conseguiria encontrar sua casa. Mas não é só água, são vozes também. O que está acontecendo? O que aquele monstro está fazendo? Maggie sabe que tem que correr, mas seus pés não a obedecem direito. Por que seus pés têm que fazer tanto barulho?

"Eu me perdi. Ele me roubou de mim mesma naquele momento. Eu me senti suja. Usada. Presa."

Quer saber o que aconteceu? Rá, você vai ter que ler para descobrir. Mas vou te contar que Maggie vivenciou algo horrível, algo que fez com que ela tivesse ataques de pânico, ataques esses que a impediam de falar e de sair de casa. Será que algum dia ela seria capaz de superar o trauma?








Bom, esse livro me conquistou logo nas primeiras páginas, com a autora fazendo um relato pessoal de algo que aconteceu com ela e de como ela perdeu a própria voz. E eu me identifiquei muito com o relato, pois algo parecido aconteceu comigo também. Eu era uma criança muito feliz até que comecei a sofrer bulling na escola e comecei a ficar praticamente muda, mas não vou me aprofundar no assunto agora, talvez eu fale sobre isso em um post.

O livro é dividido em três partes. A primeira parte narra a infância da Maggie e segue até o momento em que o evento traumático ocorreu e ela descobriu, com pavor, que não conseguiria mais falar e nem sair de casa. A segunda parte narra o que está acontecendo oito anos depois, a Maggie passou oito anos dentro de casa e sem conseguir dizer uma única palavra, e Brooks sempre esteve ao lado dela como um ótimo amigo. E a terceira parte você vai ter que ler para saber do que se trata, se não perde a graça.






Eu me identifiquei com a Maggie logo de cara, apesar de pensar em alguns momentos se aquele trauma seria realmente suficiente para emudecê-la por tantos anos. Mas creio que essa mudez seja mais simbólica, trata-se da jornada que as pessoas encaram para encontrarem suas próprias vozes. Nem sempre é algo fácil. 

O mocinho é o sonho de qualquer mulher. Sério, coisa linda de viver, sempre fazendo e falando a coisa certa. Fiquei encantada por ele e não tenho defeitos a ressaltar (quem lê minhas resenhas sabe que isso é raro).

Aliás, todos os personagens foram muito bem trabalhados. Quero destacar aqui a Cheryl, irmã da Maggie e sua melhor amiga na infância, mas que depois se tornou uma adolescente rebelde e ressentida com a atenção e gastos despendidos com a Maggie. E também a Sra. Boone, a “animiga” da Maggie, uma senhora ranzinza que passou a visitá-la todos os dias depois que soube do trauma e das suas consequências, mas que aparentemente fazia isso somente para ser grosseira com ela. Por que então Maggie aguardava ansiosamente suas visitas?






Amei como a autora retratou a relação da Maggie com a família dela. Achei muito realista, pois demonstrou que nem tudo é perfeito o tempo todo, mas que os laços familiares são muito fortes e que o apoio da família é capaz de ajudar a superar qualquer coisa. O livro abordou muitos assuntos sérios também, como violência doméstica, ataques de pânico, depressão e os estragos que a culpa pode causar. Sendo que todos os temas foram muito bem trabalhados e fazem o leitor realmente refletir. Tudo isso em uma narrativa extremamente rápida e fluída, li o livro em apenas três dias.

Mas o que eu realmente mais amo nos livros da autora é que eles me fazem sentir: eu sinto dor, tristeza, angústia, alegria (em alguns momentos saí dando pulinhos pela casa), e, em alguns momentos o romance era tão intenso, a autora conseguia passar tão bem o que os personagens estavam sentindo um pelo outro, que eu me sentia uma intrusa espionando o amor alheio.  

Quanto aos aspectos negativos eu não encontrei muitos. Como eu mencionei antes, por vezes eu questionava durante a leitura se aquele trauma seria suficiente para causar tantos estragos. E também tive a sensação de ser um pouco rápida demais a forma como a Maggie aceitou a Katie como mãe. Mas nada que tenha comprometido a beleza da obra, pelo menos para mim.






Amei a leitura e acho que o livro é indicado para quem gosta de romances, com uma boa carga de drama, sem ser denso demais, e assuntos reflexivos. 

Antes de encerrar, pausa para o quote supremo:

"- Existem muitos livros nesse mundo, mas você sempre está relendo os mesmos. Não é possível que essas histórias ainda a surpreendam depois de tanto tempo.
Era óbvio que ela não tinha lido nem relido Harry Potter. Toda vez era diferente. Na primeira vez que os li, deixei-me levar pela empolgação da história. Nessa releitura, estou percebendo muito mais o sofrimento. Uma pessoa nunca relê um livro excepcional e segue em frente com as mesmas crenças. Ele sempre surpreende e desperta novas ideias, novas formas de olhar para o mundo, não importa quantas vezes as palavras foram lidas."


Espero que tenham gostado da dica.
Fiquem de olho que logo tem mais!








Barbara M. Cabalero
Advogada, concurseira e apaixonada por livros desde criança.
Meu gênero favorito é fantasia, mas sou bastante eclética,
leio quase todos os gêneros.
19 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

19 comentários:

  1. Oie!
    Ahh, tô doida pra ler essa série! Só tô no aguardo da Saraiva liberar aquele box LINDÃO para comprar e me aventurar nessas histórias. Amei sua resenha, me deixou mega curiosa! ♥

    ResponderExcluir
  2. Olá,eu só li o primeiro livro dessa série e pretendo ler todos é claro, mas não sabia do que o terceiro se tratava, goste, bastante dos temas que a autora abordou nele, são temas que devem ser falados e debatidos pois muitas pessoas fazem pouco caso deles, gostei também que aborda ataques de pânico então talvez eu me veja nessa personagem, espero que seja uma leitura maravilhosa pra mim assim como foi para você, bjs

    ResponderExcluir
  3. Essa série tem conquistado a todos os leitores, infelizmente eu ainda não tive curiosidade para tal leitura, somente por não achar que estou no momento. Me chama atenção em um livro onde temos um "mocinho de cavalo branco" trazer a realidade da vida familiar, ainda mais com os assuntos abordados que você mencionou.
    Quem sabe um dia desses dou uma chance a mim mesma e me apaixone pela escrita da Cherry.


    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie Barbara, me deu um apertinho no peito essa sua identificação com o livro por conta de coisas que você sofreu na infância, sinto muito por isso. Esse não era um livro que eu tinha a intenção de ler porque estou meio saturada com essa autora, sabe? Mas graças ao seu relato tão sincero eu to aqui, toda animada vasculhando a Amazon haha obrigada por isso!

    ResponderExcluir
  5. Oi Barbara! Não vejo a hora de ler esse livro! Confesso que de todos, é o que mais me interessou! Ainda não li nenhum, e sempre leio coisas muito boas sobre eles. Quero muito saber o que Maggie viu que a fez calar-se assim, e também em como a história de amor dela e de Brooks cresce e se desenvolve, lembrando que ela já gostava dele desde menininha. Quero muito ler!
    Bjoxx

    ResponderExcluir
  6. Olá, Barbara.
    Sobre o acontecimento traumático me deixou muito intrigado e curioso, se seu objetivo era me fazer querer ler esse livro, fique feliz em saber que conseguiu. O drama sempre me chamou muito a atenção e a capa desse livro engana um pouquinho, não imaginaria uma história deste porte escondida atrás de uma capa...simples? Anotei sua recomendação e espero ler o mais rápido possível!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bom?

    Eu ainda não li essa série, mas só vejo elogios quanto ao trabalho dessa escritora. Apesar de estar tentando não ler tantos romances e me aventurar em outros gêneros, eles ficam me chamando e eu não resisto. Acabei de colocar todos os livros na minha lista, pois eu preciso ler urgentemente, rs. Gostei muito da premissa deste e, principalmente, da amizade da Maggie e o Brooks que durou tantos anos (e parece que se transformou em algo mais). Além disso, fiquei bem curiosa sobre o que ela viu para dar um trauma de tantos anos e você ficar na dúvida se isso realmente é possível. Por outro lado, quero ver como foi o desenvolvimento desse trama e sobre o relacionamento com Sra. Boone. E, por fim, que quote maravilhoso, concordo totalmente com ele, só despertou a minha vontade de ler o livro ainda mais!

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?

    Eu tenho essa série, mas ainda não li. Acho que não to no momento certo para ler. Mas uma coisa é certa, tenho muita vontade de ler. E a cada resenha, essa vontade só aumenta. Esse evento traumático que citou, só me fez querer saber mais sobre a história.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. A narrativa do livro parece ser bem pesada, fiquei curiosa para saber o que de fato aconteceu com a protagonista!

    www.estante450.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá! Ahhh, desde o lançamento do primeiro livro estou de olho nessa série, acho que esse ano finalmente vou conseguir lê-la (espero). Gostei muito de conferir as suas impressões, confesso ter ficado ainda mais empolgada, rs. Enfim, adorei a resenha. Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Bárbara! Tenho os dois primeiros livros da série e quero lê-los antes de ler esse terceiro. Eu sei que uma história não tem nada a ver com a outra, mas acho legal seguir a ordem. rsrs
    Sempre leio coisas boas a respeito desse livro, em particular. Estou ansiosa para conseguir chegar à leitura dele.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  12. Oii Barbara, tudo bem? Adoreei sua resenha! Estou lendo vários comentários sobre essa série recentemente, e todos bem positivos! Minha vontade de conhecer a escrita da autora, e seus famosos personagens, só aumenta! :D Eu tenho O Silêncio das Águas aqui em casa, então provavelmente começarei por ele, e logo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    De todos os livros dessa série, esse é o que tenho mais curiosidade de ler. A sinopse já mexeu comigo e parece ser uma leitura envolvente e emocionante.
    Adorei saber que os personagens são bem construídos, algo que parece ser uma característica da autora, pelo que percebi dos trabalhos dela que já li. Além disso, concordo com você que a autora tem uma enorme habilidade para nos fazer sentir tristeza, alegria, angústia e vários outros sentimentos. Ela realmente desperta emoções intensas no leitor e eu amo livros assim.
    Adorei sua resenha e espero ler este livro em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Tenho um certo receio com romances clichês, mas gostei bastante desse sinopse. Tudo o que envolve dramas mais profundos vale a leitura e quero muito saber os porquês dessa história. Parabéns pela resenha!

    /Juliane
    Ler, Resenhar e Postar

    ResponderExcluir
  15. Oii!!
    Eu não conhecia esse livro ainda, mas fiquei interessa em ler.
    Fiquei curiosa para saber o que aconteceu com a Maggie, tenho minhas suspeitas, mas vou querer ler para descobrir. Gosto de histórias bem construídas e também me atrai quando o livro é dividido em várias partes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Não li nenhum livro da serie porque li outro livro da autora e não gostei. Mas como a serie toda tem recebido muitos elogios, estou bem curiosa pra conhecer todas as histórias.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá,

    Confesso que eu não ainda não fiz a leitura desse livro, mas acho a capa MUITO LINDAAA. Eu não sabia a história que a obra tratava, mas a sua resenha me despertou uma curiosidade muito grande, até porque, eu também sofri uma onda de bullying quando pequeno e me tornei um mudo!

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
  18. Olá Bárbara!!!
    Eu admito que sou uma das pessoas que está se segurando muito para não ler logo esse livro *-*
    Porque tenho ainda que resolver muita coisa, principalmente na minha vida como blogueira para depois mergulhar nessas leituras maravilhosas ^^
    Eu amei a resenha e mesmo não sabendo o que a personagem passou, eu sei que cada pessoa reage de uma maneira e esta talvez tenha sido da personagem principalmente que a autora já passou por algo parecido.
    Adorei a resenha e que quote mais incrível esse último *-*

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Oie!
    Ahhh que eu sou apaixonada por essa autora!
    Leio todos os livros dela e até bula de remedio se ela escrever eu to lendo... que resenha foi essaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!
    Eu só li o primeiro livro dessa série e chorei horrores... comprei todos os outros recentemente e meu Deus!!! Preciso ler... o que aconteceu? o que houve? o que é essa terceira parte?

    JESUS!!

    beijos
    http://www.livrosetalgroup.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

 
© Galáxia de Ideias, VERSION: 01 - BLUE UNIVERSE - janeiro/2018. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda. Widget inspirado/base do menu por MadlyLuv
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo