RESENHA DE A MULHER NA JANELA – POR A.J. FINN
RESENHA DE CONTAGEM REGRESSIVA – POR KEN FOLLETT
RESENHA DE UM SEDUTOR SEM CORAÇÃO – POR LISA KLEYPAS

[Resenha] Lírio azul, azul lírio - por Maggie Stiefvater

19 abril 2018

Título: Lírio azul, azul lírio
[A Saga dos Corvos # 3]
Autor (a): Maggie Stiefvater
Páginas: 347
Editora: Verus
Compre: Amazon || Submarino || Americanas

Sinopse: A complexa teia de intrigas, magia e ação torna-se ainda mais enigmática no terceiro volume da série
Blue Sargent encontrou coisas. Pela primeira vez na vida, ela tem amigos em quem pode confiar e um grupo ao qual pertencer. Os garotos corvos a acolheram como se ela fosse um deles. Os infortúnios deles tornaram-se dela e vice-versa.
O problema de coisas encontradas, porém, é a facilidade com que podem se perder. Amigos podem trair. Mães podem desaparecer. Visões podem iludir. Certezas podem se desfazer.
Em Lírio azul, azul lírio, o leitor vai descobrir para onde Blue, Gansey, Adam, Ronan e Noah serão levados em sua jornada para encontrar o lendário rei galês Glendower.



Resenhas anteriores:
A Saga dos Corvos #1: Os garotos corvos
A Saga dos Corvos #2: Ladrões de sonhos


Olá orbitantes. Aviso desde logo que essa primeira parte da resenha, que é um resumo do enredo, contém spoilers dos livros anteriores da série. Já as “minhas impressões”, segunda parte dessa resenha, não contém spoilers, podem ler sem medo.


Rainhas e reis
Reis e rainhas
Lírio azul, azul lírio
Coroas e pássaros
Espadas e coisas
Lírio azul, azul lírio.

Já faz algum tempo que Maura, a mãe da Blue, desapareceu. E a Blue não sabe exatamente o que sentir. Ela sente raiva, afinal tudo indica que o desaparecimento de Maura foi voluntário, tendo em vista que ela deixou para trás um bilhete nada esclarecedor. Entretanto, quando mais o tempo passa, mais a raiva dá lugar à preocupação: por que Maura não voltou ainda? E parece que a única maneira de encontrá-la é finalmente descobrirem a localização do Glendower.

Mas o que ela não tinha percebido a respeito de Blue e seus garotos era que todos estavam apaixonados uns pelos outros. Ela não estava menos obcecada por eles do que eles por ela, ou uns pelos outros, analisando cada conversa e gesto, tornando cada piada uma brincadeira interminável cada vez maior, passando cada momento juntos ou pensando em quando se encontrariam de novo. Blue sabia perfeitamente que era possível existir uma amizade que não tomasse tanto sua vida, que não a cegasse, que não a ensurdecesse, que não a enlouquecesse, que não a excitasse. A questão era que, agora que ela tinha uma desse tipo, não queria a outra. 

O Gansey, o Adam, o Ronan e o Noah estão mais do que dispostos a continuar nessa busca, mas a Blue não é a única que está com problemas. Para começo de conversa, as aulas recomeçaram e o novo professor de latim dos garotos na Aglionby é ninguém menos que Greenmntle. Ele mesmo, o ex contratante do Sr. Cinzento. E já adianto que não vai ser fácil impedir o Ronan de tomar uma atitude impensada contra o homem que mandou matar seu pai.

O Adam está tentando lidar com as tentativas de Cabeswater de entrar em contato com ele e lhe dizer o que precisa que seja feito: os meios de comunicação da floresta mística podem ser um tanto assustadores. Além do mais, um confronto com seu pai se aproxima e Adam talvez não esteja preparado para isso.

O que ele queria dizer, mas não conseguia, porque Persephone não compreenderia, era que ele tinha medo. Não de ver coisas como aquilo. Mas de um dia não ser capaz de ver o resto. O real. O mundano. As coisas... humanas.

Ronan está passando muito tempo envolvido em um projeto secreto na Barns, e pouquíssimo tempo na escola, o que poderá ser um problema. O Noah? Digamos que ele está tendo alguns problemas de autocontrole. Enquanto isso o Gansey está recebendo uma visita na Indústria Monmouth, que está virando a vida de todos de cabeça para baixo (ainda mais!), e que talvez seja de grande ajuda na busca pelo Glendower.

Quanto mais os garotos se aproximam do objetivo, mais os riscos aumentam, estarão eles dispostos a encarar as conseqüências (sejam elas quais forem!) para encontrar o rei adormecido?








Já comentei isso quando escrevi a resenha sobre o primeiro livro, mas não posso deixar de ressaltar novamente. Quando li a sinopse da série pensei que seria um clichê do gênero, o que para mim não seria ruim porque eu gosto. Mas a autora está conseguindo me surpreender a cada livro, a cada página. Parece que ela fez uma lista com todos os clichês e estereótipos mais comuns no gênero e foi desconstruindo todos.



O bad boy que tem problemas de comportamento porque passou por algumas situações traumáticas não é o mocinho. Na verdade, não existe um mocinho. É dado destaque a todos os membros do grupo de amigos, cada um sendo protagonista dependendo do trecho da história que está sendo narrado. E não, não fica confuso, a autora conseguiu desenvolver de forma genial.

E o garoto homossexual não é a alma alegre e vibrante do grupo, está bem longe disso na verdade. Gostei da forma que a autora trabalhou a homossexualidade nessa série. É somente mais uma característica do garoto, não o define e não se relaciona com outros aspectos da vida dele.



E estamos vendo aos poucos que o garoto rico, que tem uma família que o ama e uma vida aparentemente perfeita também tem esqueletos no armário. Estou adorando acompanhar as defesas dele ruindo conforme se aproxima ainda mais dos amigos.  

Nesse terceiro livro da série vemos o grupo tornando-se cada vez mais próximo e começando a se comportar como um só elemento quando estão juntos. Eles estão começando a formar um todo, com vários componentes, onde cada um tem sua função. Bem parecido com o que acontece com a Maura, a Calla e a Persephone. Falando nisso, gostei muito de ver a relação da Blue com as amigas da mãe dela nesse livro, a dinâmica familiar entre as mulheres da Rua Fox, 300 é uma das melhores que já vi em livros.

Esse livro tem algumas partes mais melancólicas. A busca pelo rei adormecido está cada vez mais perigosa e o fantasma da morte do Gansey paira com a promessa de estar se aproximando. E a autora não é de se poupar quando se trata das mortes de personagens, mas nesse livro eu senti bastante a morte de dois deles. Então prepare seu coração.



Indico essa série para quem gosta de fantasias e quer ler algo que fuja do comum. Com personagens complexos e bem diferentes do que costumamos encontrar, uma trama muito bem fundamentada e amarrada e perguntas e respostas que não param de surgir. Com certeza essa se tornou uma das minhas séries favoritas e eu já comecei a ler o último livro, mas confesso que estou com o coração apertado por estar chegando ao fim e também com medo do que está por vir.

Espero que tenham gostado da dica.
Fiquem de olho que logo tem mais.








Barbara M. Cabalero
Advogada, concurseira e apaixonada por livros desde criança.
Meu gênero favorito é fantasia, mas sou bastante eclética,
leio quase todos os gêneros.
22 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

22 comentários:

  1. Nossa, que resenha. Não é um livro que me vejo lendo, na verdade não me desperta tanta vontade. Mas gostei de conferir sua opinião sobre ele e agradeço pela dica acima de tudo. Fico feliz em saber que amou a leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Nunca tinha ouvido falar nem da autora, nem da série e li a parte da resenha que faz o resumo da obra e não entendi quase nada, o que eu imagino que tenha acontecido porque eu não conheço nada dos anteriores haha. No mais, achei sua resenha ótima e fiquei bem curiosa para conhecer a série.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Oiieee


    Eu amor fantasias e me atrai bastante todos os elementos da série, acho que tem vários pontos que saem do clichê de sempre e isso é legal.
    Li um livro da Maggie, Calafrio, e te confesso que achei a escrita dela pausada demais, não me conquistou, mas gostaria de tentar com outra série da autora e essa parece uma boa pedida.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  4. Eu AMO fantasias, mesmo que não tivesse algo diferente do comum, ia querer ler. hahaha
    Eu nunca li nada dessa autora, mas essa série está na minha lista a um bom tempo. Gostei de saber um pouco mais sobre o enredo e o que esperar dos personagens.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  5. Fiquei feliz em saber que há essa desconstrução de esteriótipos. É muito legal quando os autores conseguem fazer isso. Eu já tinha visto esse livro por aí, mas não havia prestado atenção. Fiquei curiosa, mesmo não gostando de séries.

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem? Eu quero demais ainda ler essa série! Achei muito bom perceber que os personagens não caem em clichês de desenvolvimento! Já me animou mais ainda para começar a ler! Muita gente fala muito bem dessa série e só estou esperando algum momento de promoção pra fazer a minha compra <3 Gostei muito da sua resenha, me convenceu mais ainda a ler ;)

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Não faz meu gênero de leitura, mas a resenha em si parece estar muito bem elaborada. Os personagens estão muito bem descritos e até quem não conhece a série consegue ter uma ideia da personalidade deles, tanto em grupo, quanto individuais. No mais, uma boa resenha

    ResponderExcluir
  8. Bárbara do céu, menina.. você está me fazendo querer passar essa série na frente de um monte de coisa que tenho pra ler. Desde que vi a sinopse do primeiro livro, eu sabia que essa fantasia não era um clichê. Ela me lembra muito Feita de Fumaça e Osso, principalmente na questão de não ter mocinho.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  9. Amo fantasia e quero muito ler essa série! É tão bom quando a gente encontra algo realmente diferente, não dá pra deixar passar. Acho fascinante isso da autora desconstruir os clichês e estereótipos do gênero, já comprei o primeiro livro, só me falta tempo pra ler mesmo.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Bárbara! Já li todos os livros da série e simplesmente adorei a forma de como a autora desenvolveu seus personagens e a história. Ela tem um jeito mais complexo que não agrada a todos, mas eu simplesmente amei e aplaudi de pé. Espero que vc goste do último livro.
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  11. Oii! Eu tenho essa série na minha lista de desejados faz um tempinho haha. A sua resenha é a primeira que eu leio sobre a obra e eu ameeei, achei muito interessante você destacar a personalidade dos meninos, o que me deixou mais curiosa ainda para conferir haha. Gostei de saber que em cada sequência a autora surpreende mais, espero ler um dia e gostar tanto quanto você. Bjss!

    ResponderExcluir
  12. é, me parece um enredo bem construído, de fato...
    contudo, não é o tipo de leitura que busco fazer no momento...
    mas achei bacana essa questão de desenvolvimento dos personagens, fiquei curiosa pra saber mais do que é homossexual, como a autora tratou isso na trama...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  13. Apesar de conhecer a serir não comecei a ler ainda. Gostei desta parte da desconstrução de estereótipos e do enredo não ter mocinhos.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu acho as capas muito bonitas, mas acho que li outras resenhas por aqui e mesmo com um enredo interessante, personagens bem construídos, não me vejo pegando pra ler pelo menos por agora por causa do gênero que pouco me atrai.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  15. Eu ainda não conhecia a série e já gostei muito. Achei essa capa linda!
    Eu gostei de ver a sua opinião sobre a leitura e parece ser o tipo de livro que me agradaria bastante e me deixaria presa até terminar de ler.

    ResponderExcluir
  16. Oi! Desde que descobri esta série, quando bati os olhos nas capas, eu morro de vontade de conferir a saga. só vejo comentários positivos sobre a autora, então acredito que a leitura será agradável. Li correndo pra não descobrir nada de importante da história.. Quero muito ler a saga, adorei sua resenha!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  17. É sério que essa série é tão legal e profunda assim, eu não sabia, não sabia mesmo. Um dia desses pensei em ler ela, mas depois passei adiante. Só que agora lendo sua resenha estou um pouco arrependida disso. Gostei dos clichês desconstruídos. Vou ler o primeiro da série e ver se gosto do tanto que acho que vou gostar e se gostar logo logo chego nesse que você resenhou. Bexus :*

    ResponderExcluir
  18. Oiiii,

    Eu acho as capas desta série tão chamativas, e esta é simplesmente maravilhosa! Fiquei muita curiosa para saber como a autora quebra os clichês e deixa a história interessante. Espero poder conferir a obra.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  19. oi. não vou mentir, também curto alguns clichês e até acho necessário para dar equilíbrio a coisa. Eu conheço a série, entretanto, infelizmente, ainda não tive a oportunidade de ler. outra coisa que chamou minha atenção é a parte da melancolia mencionada por você e que já passa essa ideia na capa, é o que eu gosto num livro :)

    ResponderExcluir
  20. Oiee Bárbara ^^
    Menina, eu sempre quis ler essa série! Confesso que no início era mais pela capa e pelo título - acho lindos...haha' -, mas aí fui lendo algumas resenhas e gostando muuito do que estava encontrando, e os livros entraram para a listinha de desejados. Eu não sou muito fã de fantasia, mas acho que vou gostar...haha'
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  21. Olá,

    Adoro livros que começamos a ler achando ser uma coisa e acaba sendo outra totalmente diferente e melhor, livros surpreendentes são sempre ótimas dicas. Faz tempo que desejo ler essa série, mas ainda não tive a oportunidade, agora que sei um pouco mais sobre a história, só fiquei mais curiosa.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá!

    Acredita que eu nunca me interessei por essa série, mesmo que seja de um gênero que eu adoro, sei lá só nunca me chamou a atenção. Porém depois da sua resenha vou começar a olhar de forma diferente e quem sabe eu não realize a leitura, se eu chegar a ler espero gostar tanto quanto você. Obrigada pela dica.

    Beijos

    ResponderExcluir

 
© Galáxia de Ideias, VERSION: 01 - BLUE UNIVERSE - janeiro/2018. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda. Widget inspirado/base do menu por MadlyLuv
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo