RESENHA DE A MULHER NA JANELA – POR A.J. FINN
RESENHA DE CONTAGEM REGRESSIVA – POR KEN FOLLETT
RESENHA DE UM SEDUTOR SEM CORAÇÃO – POR LISA KLEYPAS

[Resenha] Você - por Caroline Kepnes

09 maio 2018

Título: Você [You # 1]
Autor (a): Caroline Kepnes
Páginas: 384
Editora: Rocco
Skoob || Goodreads
Compre: Amazon

Sinopse: Bestseller do The New York Times, o romance de estreia de Caroline Kepnes ganhou elogios de escritores do calibre de Stephen King e Sophie Hannah, além de resenhas estreladas, e deu origem a uma série de TV homônima que estreia neste primeiro semestre nos EUA. Não é para menos. Hipnótico, assustador, brilhante são alguns dos adjetivos usados para descrever este thriller sobre um amor obsessivo e suas perigosas consequências. A trama tem início quando Guinevere Beck, que deseja ser escritora, entra na livraria do East Village onde Joe Goldberg trabalha. Bonita, inteligente e sexy, Beck ainda não sabe, mas é a mulher perfeita para Joe, que, a partir do nome impresso no cartão de crédito de sua cliente, passa a vasculhar sua vida na internet e a orquestrar uma série de eventos para garantir que ela caia em seus braços, fazendo com que tudo pareça obra do acaso. À medida que o romance entre os dois engrena, porém, o leitor descobre que Beck também guarda certos segredos e os desdobramentos desse relacionamento mutuamente obsessivo podem ser mortais.

"Você veio para mim, finalmente entregue em uma terça-feira, 10:06. Todo dia eu me transporto da minha casa em Bed-Stuy para esta loja no Lower East Side. Todo dia fecho sem encontrar alguém como você. Veja você, nascida em meu mundo hoje. Estou tremendo e tomaria um lorazepam, mas ele está lá embaixo, e eu não quero tomar um lorazepam. Não quero ficar mal. Quero ficar aqui, inteiramente, vendo você roer suas unhas sem esmalte, virar a cabeça para a esquerda, não, morder o mindinho, arregalar aqueles olhos, para a direita, não, rejeitar biografias, autoajuda (graças a Deus) e desacelerar ao chegar à ficção."

Era para ser só mais um dia calmo e pacato na livraria de Joe. No entanto, deixou de ser no momento em que a estilosa Beck, com sua aparência doce e sensual ao mesmo tempo, entra na loja e dá a seu dono algo (ou alguém) novo em que se concentrar. Um rapaz tão solitário quanto perturbado, porém aparentemente inofensivo, Joe acredita ter encontrado a mulher certa para si no instante em que Beck irrompe pela porta e é assim que, sem que a jovem sequer imagine, sua vida se torna alvo de uma perseguição doentia.

"Você se aproxima, rindo, e graças a Deus que é de manhã, não acontece nada de manhã e ninguém vai se meter no nosso caminho. Você pousa a cesta de livros no balcão e provoca.
— Também vai me julgar?
— Que babaca, não é?
— Ah, provavelmente só está de mau humor.
Você é um doce. Você vê o melhor nas pessoas. Você me complementa."

O oposto de Joe, Beck é a popularidade em pessoa. Está sempre rodeada pelas melhores amigas, mantém uma relação de idas e vindas com um astro da música e vive do dinheiro ganho com os livros que escreve. Crente na ideia de que a moça retribui seus sentimentos e apenas não enxergou isso ainda, Joe toma para si a tarefa de vigiá-la, dia e noite. Segue seus passos, rouba seus objetos pessoais, invade de longe suas conversas e momentos mais íntimos. Tudo isso enquanto tenta aproximar-se dela. Entretanto, toda a sociabilidade de Beck pode ser demais para o possessivo Joe e não só ela, mas as pessoas a sua volta podem correr perigo.

"Você não entrou aqui por causa dos livros, Beck. Você não precisava dizer meu nome. Não precisava sorrir, escutar ou me dar atenção. Mas fez isso. Sua assinatura está no recibo. Essa não foi uma transação em dinheiro e não foi um débito. Isso foi real. Eu aperto o polegar na tinta fresca de seu recibo e a tinta de Guinevere Beck suja minha pele."





Você é um livro narrado em primeira pessoa, sempre do ponto de vista de Joe. Aproveito para dizer que, particularmente, a narrativa foi um ponto que me incomodou um pouco desde o início da leitura. Ela é feita no presente e se desenvolve como se o narrador estivesse contando a história para a própria Beck, o que faz com que a palavra "você" seja usada em excesso, e após algumas páginas isso se tornou um tanto irritante para mim. Além disso, narrativas em primeira pessoa que são feitas no tempo presente não são uma das minhas preferidas.

Ditos os pontos negativos, preciso acrescentar que, apesar de não ter me ganhado logo no começo, o suspense da história é bastante envolvente e após alguns capítulos eu me vi presa a ela, sem conseguir parar de imaginar qual seria o próximo passo de Joe. De início, o foco do enredo esteve em Beck e somente nela, o que poderia ter sido um outro incômodo para mim, mas logo essa bolha se dissipou e foi possível acompanhar melhor as pessoas que a cercavam. Foi um livro que me conquistou aos poucos, que melhorou minhas impressões devagarzinho.

Quanto aos personagens, não consegui me apegar aos protagonistas e isso me causou certa frustração. Joe é claramente perturbado e Beck, talvez por ser mostrada apenas de acordo com a visão dele, me pareceu bastante volátil e um tanto fútil. Por outro lado, alguns personagens secundários me despertaram maior empatia, como uma das melhores amigas de Beck, por exemplo.

Considero você um enredo que, apesar da falta de profundidade e carisma dos personagens e da narrativa que, na minha opinião, poderia ter sido melhor desenvolvida, carrega um suspense cativante e até algumas cenas de pura ação que nos deixam totalmente mergulhados na história. Não foi um livro de grande impacto na minha vida, mas cumpriu o papel de me dar alguns sustos e me deixar alerta, como um bom mistério deve fazer.







Isabela Rocha
Estudante de jornalismo. Apaixonada incorrigível pelas palavras.
Aventuro-me por todos os gêneros,
desde romances água com açúcar, até os temíveis terror / suspense.
0 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Galáxia de Ideias, VERSION: 01 - BLUE UNIVERSE - janeiro/2018. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda. Widget inspirado/base do menu por MadlyLuv
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo