RESENHA DE A MULHER NA JANELA – POR A.J. FINN
RESENHA DE CONTAGEM REGRESSIVA – POR KEN FOLLETT
RESENHA DE UM SEDUTOR SEM CORAÇÃO – POR LISA KLEYPAS

[5 motivos para ler] O Pequeno Príncipe - Por Antoine de Saint-Exupéry

17 julho 2018


Oi, meus orbitantes lindos e amados da Galáxia de Ideias, tudo bem? Hoje, ao invés de trazer uma resenha, eu resolvi trazer um top cinco de motivos para ler um livro. O escolhido? O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry, que depois do Alcorão e da Bíblia, é o livro mais traduzido do mundo. NENHUMA resenha que eu escrevesse poderia expressar tudo o que eu senti lendo esse livro. Juro do fundo do coração que estou falando a mais pura verdade.

A minha edição sendo da Geração, de 2017, sendo a sétima reimpressão dele e tradução de Frei Betto, que eu comprei na Livraria Saraiva da Rua nos Andradas no Centro há alguns meses puramente de curiosa que sou porque tinha um bom tempo que eu queria saber o porquê desse livro ser tão amado por tanta gente a ponto de ser considerado um dos maiores clássicos da literatura mundial.

Eu descobri, e chorei nesse processo porque eu acabei de fazer trinta anos e apesar disso, ainda tenho aquela criança em mim, mas conheço muitos que perderam esse tesouro, e vou colocar abaixo...

1. É uma leitura MUITO atual e que faz todo o sentido do mundo quando você para e pensa sobre as questões levantadas nele. Posso dizer a vocês com a mais absoluta sinceridade que não é um livro infantil, ainda que seja vendido como tal, porque lendo você se depara com uma miríade de coisas nas quais talvez você não pare para pensar na maior parte do tempo ou até mesmo com aquela atitude não muito louvável que provavelmente você tenha, uma delas sendo julgar o próximo.




2. Te faz refletir sobre o que realmente importa na sua vida e o quanto se deixa de aproveitar porque a opinião dos outros acaba sendo mais importante do que a sua própria verdade. Portanto, gente, não se vejam precisando corresponder às expectativas dos outros por melhores que as intenções deles sejam. A sua vida é apenas sua e só você pode escrever a sua própria história.




3. Te faz aprender, ou reaprender, a apreciar as coisas simples da vida. Porque por melhor que você ganhe, por mais coisas que você tenha, nada substitui o amor e o carinho que aqueles que realmente te amam e se preocupam com você te dão. NADA substitui aquela comida feita pela mamãe, o colo que ela nos dá quando estamos tristes, a companhia dos amigos assistindo Netflix, jogando vídeo game, RPG, etc ou simplesmente jogando conversa fora em algum lugar e um monte de outras coisas essenciais para nós.




4. “O essencial é invisível aos olhos, e só se vê bem com o coração.” Vamos pensar nessa frase e praticar o que ela significa, sim?




5. A leitura flui de uma forma fantástica e sem composições rebuscadas e/ou complicadas, Exupéry criou uma obra prima que ultrapassou gerações de leitores. Mas, e sempre tem isso, mesmo 75 anos depois da primeira edição, lá na França tomada pelos nazistas na Segunda Guerra, a humanidade ainda não aprendeu a lição que esse livro passa e eu me pergunto quando vamos REALMENTE aprendê-la.





Deixo com vocês essa quote para refletirem sobre o que significa “ser adulto” ou “ser criança”...


“Mostrei minha obra-prima às pessoas grandes e perguntei se o meu desenho lhes fazia medo.

Responderam-me: "Por que é que um chapéu faria medo?" Meu desenho não representava um chapéu. Representava uma jiboia digerindo um elefante. Desenhei então o interior da jiboia, a fim de que as pessoas grandes pudessem compreender. Elas têm sempre necessidade de explicações.

As pessoas grandes aconselharam-me deixar de lado os desenhos de jiboias abertas ou fechadas, e dedicar-me de preferência à geografia, à história, ao cálculo, à gramática. Foi assim que abandonei, aos seis anos, uma esplêndida carreira de pintor. Eu fora desencorajado pelo insucesso do meu desenho número 1 e do meu desenho número 2. As pessoas grandes não compreendem nada sozinhas, e é cansativo, para as crianças, estar toda hora explicando.” – Págs. 9 e 10











Renata Cezimbra
Professora desempregada, leitora voraz,
escritora doida e vampiróloga amadora.
1 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

1 comentários:

 
© Galáxia de Ideias, VERSION: 01 - BLUE UNIVERSE - janeiro/2018. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda. Widget inspirado/base do menu por MadlyLuv
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo