RESENHA DE A MULHER NA CABINE 10 – POR RUTH WARE
RESENHA DE A FOGUEIRA - POR KRYSTEN RITTER
RESENHA DE VULGO GRACE - MARGARET ATWOOD

[Resenha] Os 12 signos de Valentina - Por Ray Tavares

15 dezembro 2017


Título: Os 12 signos de Valentina
Autor (a): Ray Tavares
Páginas: 392
Editora: Galera Record
Skoob || Goodreads
Compre: Amazon || Submarino || Americanas

Sinopse: Isadora é ariana e seu ex namorado pisciano... Inferno astral! Em busca da combinação astrológica perfeita, ela cria um blog para relatar suas experiências. Isadora descobriu da pior forma possível que o namorado a traíra. E com sua melhor amiga, ainda por cima! A estudante de jornalismo entra numa fossa sem fim. Sem nenhum estágio à vista, ela se afoga em filmes feitos para chorar, pizza e em sua mais nova obsessão: stalkear o perfil do ex namorado no Facebook. Até descobrir exatamente o que deu errado entre ela e Lucas: seus signos são incompatíveis. Basta encontrar um rapaz de libra e seu mundo entrará nos eixos novamente. Com a nova obsessão e a desculpa do trabalho final de jornalismo online, uma reportagem investigativa sob um pseudônimo, Isadora une o útil ao agradável e cria um blog para relatar a experiência: Os 12 signos de Valentina. Já que precisa encontrar o libriano perfeito, por que não aproveita e experimenta os outros signos do zodíaco para ter certeza mesmo?



"MOMENTO NÚMERO QUATRO: quando viajamos juntos pela primeira vez e fomos para a praia com os seus colegas de banda no meio do inverno; naquela noite em que ficamos esperando o nascer do sol ao lado de uma fogueira e você me disse que queria ter filhos, e então nós começamos a discutir sobre qual nome daríamos a eles — quando você sugeriu que contássemos até três e falássemos o nosso nome de menina favorito, e, no três, falamos “Valentina” ao mesmo tempo, eu comecei a chorar. Você riu muito da minha cara, mas foi um momento muito especial para mim."


Isadora era uma estudante de jornalismo que sentia-se satisfeita com seu namoro de seis anos com Lucas, um aspirante a músico que a conquistou em uma festa quando ela tinha dezesseis anos;  com o curso que escolhera; e com sua vidinha pacata de ficar em casa nos fins de semana e de ir sempre aos mesmos lugares, afinal, tudo isso bastava pois estava ao lado do grande amor de sua vida, o cara que seria o pai dos seus filhos e que permaneceria sempre ao seu lado. No entanto, essas crenças se provaram infundadas no dia do seu aniversário de 22 anos, após ela descobrir, da pior maneira possível, que estava sendo traída pelo namorado com Amanda, sua melhor amiga. Após o episódio traumatizante, Isa resolve se recolher em um mundo de auto piedade e dor, ora querendo Lucas de volta, e ora o odiando por tudo que ele fê-la passar. Porém, Marina, a prima e melhor amiga de Isa, vendo-a desse modo, resolve que aquilo já foi suficiente, e decide levá-la para uma balada, cuja ideia Isa rechaça de imediato.  No entanto, Marina com toda sua insistência arrasta a prima, que vai, contragosto, mas que para aguentar toda a tortura de socializar após tanto tempo inerte, acaba se embebedando e indo parar no banheiro ao final da balada. E é lá que ela conhece dona Marisa, a faxineira, que ouvindo a história da garota bêbada, tira apenas uma conclusão, após questionar o signo de Isa e do ex: eles não eram compatíveis, segundo a astrologia, e era aquele o maior e único motivo para o fim do relacionamento!

"— Hum... Áries... um signo um pouco difícil... — disse a faxineira, mais para si mesma do que para mim. — E qual é o signo do seu ex-namorado?
Funguei ao ouvir a palavra “ex-namorado”. Como eu poderia me acostumar a colocar Lucas no patamar de “ex” quando, por anos e anos, considerei-o presente, passado e futuro?
— Peixes.
— Está explicado, então! — Marisa se voltou para as pias como se tivesse descoberto a cura para o câncer, parecendo bastante satisfeita consigo mesma. — Você é Áries e ele é Peixes. Ele é o seu inferno astral, querida! Não estava predestinado a dar certo... Eu só acho engraçado que não foi ao contrário, a ariana traindo e o pisciano sofrendo.
— Eu não acredito muito nessa besteira de signos — resmunguei.
— Pois deveria. — Marisa deu de ombros, sem olhar para mim. — Além do mais, estou casada e você está bêbada ao lado de uma poça de vômito em um banheiro sujo da rua Augusta. Quem está mais certa nessa história?"

Na manhã seguinte, Isa lembra de poucas coisas: apenas de dona Marisa e os signos; de Andrei, o amigo muito gato do namorado de Marina; e do deus grego do álcool, e se arrepende profundamente da sua atitude de beber tudo que vira pela frente. No entanto, na segunda-feira seguinte, enquanto tenta voltar à mesma depressão anterior, o professor favorito da turma de jornalismo propõe que os alunos façam um trabalho online, criando um blog, e que esses o façam sem revelar suas verdadeiras identidades. É dessa maneira que Isa resolve unir o útil ao agradável, e fazer um experimento antropológico no qual se propõe a sair com um cara de cada signo e escrever sobre eles no blog, e, claro, no processo também pretende tentar esquecer de vez o seu ex-namorado, e quem sabe procurar o seu par perfeito, que, segundo a astrologia seria um libriano. Porém, o que ela não poderia prever é que isso não seria tão fácil, pois ao mesmo tempo que se diverte e conhece homens encantadores que mexem de diversas formas com ela,  aparece alguém especial em seu caminho que se torna um motivo para fazê-la desistir de seu objetivo dos signos e também nesse meio tempo a garota tem de lidar com a curiosidade de todos que querem desesperadamente saber quem é a tal Valentina, autora do blog, o que faz com que Isa lute cada vez mais para esconder e não ser julgada por aqueles que estão ao seu redor.

"— Não, agora é o moço da terça — respondi, recebendo outro chute, dessa vez de reprovação. — O QUÊ? Não era você que dizia que eu precisava superar o Lucas se não iria procurar um psicólogo e espalhar por aí que eu estava ficando louca? Pois bem, estou superando!
— Eu te disse para se divertir, não para beijar a torcida do Corinthians!
— A torcida do Corinthians não, mas aquele atacante bonitinho deles, quem sabe? — Dei de ombros. — Qual será o signo dele?"

Trazendo um enredo extremamente delicioso e original, os 12 signos de Valentina é um livro que nos faz suspirar, viajar e nos apaixonar, enquanto mergulhamos a fundo nas peripécias de Isa, ao mesmo tempo que nos identificamos com as características dos signos e nos apaixonamos por cada personagem.

"Quando comecei a escrever esse blog, eu pensei que talvez não fosse passar do primeiro signo. Preciso ser honesta com vocês: a pessoa por trás da Valentina costuma se apegar muito fácil, criar situações na própria cabeça, encontrar sinais onde eles não existem, apaixonar-se pelo porteiro se ele desejar bom dia. Pensei que a experiência seria apenas uma extensão de mim mesma, mas acabei subestimando a Valentina, e aprendi mais com ela do que esperava. Estamos a três signos de fechar o ciclo, e então eu vou poder focar no libriano, aquele que promete ser o meu signo ideal, e eu não poderia estar mais orgulhosa! A minha vida se transformou em uma montanha-russa, senhoras e senhores, e não posso dizer que sinto falta do marasmo que era o meu carrossel de antes."

"— O que eu quero dizer com tudo isso é que realmente fui um babaca em menosprezar os seus motivos e as suas crenças — continuou, sem tirar os olhos de mim. — Infelizmente, não posso te dar a única informação sobre mim que você mais gostaria de ter, porque eu mesmo não sei o dia exato do meu nascimento, mas posso te garantir que nunca, nunca mesmo, faria você passar pelo que passou com o seu ex-namorado. Eu posso ser um cara sem signo definido, mas não sou um babaca sem coração."





Sabe aqueles livros para os quais olhamos, ao virar da última página, e pensamos: "Uau, essa foi uma ideia genial". Pois é, foi exatamente o que aconteceu com esse enredo, e confesso que ao terminá-lo, tive vontade de aplaudir a Ray Tavares de pé, por toda a sua genialidade (pois apesar de ter certos clichês, ainda assim é uma ideia muito original que eu nunca tinha encontrado antes), escrita que tem a capacidade intensa de prender e cativar, e pelo seu modo de conduzir as coisas, abordando romantismo, drama e comédia na medida certa em uma história que merece ser conhecida por muitos leitores.

Mas, para ser bem sincera, até pouco tempo atrás eu jamais tinha ouvido falar no livro ou na autora, porém o conheci logo depois da bienal, quando em uma lista dos mais vendidos do grupo editorial Record, Os 12 signos de valentina estava lá, dentre os dez primeiros. Então, curiosa que sou, resolvi colocá-lo em minha lista de desejados na Amazon, e quando vi o ebook em um ótimo preço na black friday não hesitei, e logo o acrescentei à minhas compras. Então, enquanto embarcava em outro livro, abri esse só para dar uma espiada, e o que vi nos primeiros parágrafos muito me agradou, e foi assim que decidi, sem demora, que essa seria a minha próxima leitura.

Mas, admito que eu não estava preparada para a torrente de sentimentos que o livro iria me causar, e confesso que no final eu estava bancando a Valentina e analisando todos os signos de conhecidos, amigos e até dos namorados que tive, de tão contagiada que fui pela história, sem contar que me apaixonei, sorri muito e fiquei na torcida pela felicidade de Isa e até mesmo me identifiquei em suas divagações sobre relacionamentos, faculdade, e outros temas relevantes do mundo moderno, e fiquei tão ávida por descobrir todo o desfecho, que acabei devorando as 392 páginas em menos de 24 horas, e inclusive acordei no meio da madrugada para ler, de tanto que fiquei viciada na história.

O ponto mais positivo desse enredo, foi, sem sombra de dúvidas, o fato de se passar no Brasil, mais especificamente em São Paulo, e por ter falado de coisas, lugares e hábitos que cultivamos e que conhecemos, o que faz com que nós, leitores, criemos uma identificação mais instantânea com Isa e seus dilemas, e até mesmo conseguimos nos colocar no lugar dela, imaginando com perfeição cada cena ali descrita.  Além disso, achei muito bacana a Ray trazer um tema como a astrologia, que é algo tão presente em nossas vidas, afinal, quem nunca deu aquela olhadinha básica nas características ou no que o seu signo previa para o próximo ano, não é?, mas que ao mesmo tempo causa tantas crenças e descrenças, tudo dependendo de cada pessoa. Outro ponto que me marcou bastante, foi o modo tão cativante como a autora conseguiu abordar coisas engraçadas em meio a dramas, e como ela nos fez refletir sobre nossas vidas, relacionamentos, sentimentos, e também sobre política, sociedade e atitudes.

Tudo bem! eu sei que deveria parar de despejar todos os meus elogios direcionados para a obra, pois é importante deixá-los conhecer tudo sem ficar contando demais, mas, se me permitem dizer apenas mais uma coisinha, é que os romances nesse livro são encantadores! Sim, a cada encontro de Valentina/Isadora com os moços dos signos e os outros romances presentes nos enredos, é possível sentirmos aquela pontinha de fofura no coração, além de sentirmos ele aquecido, cheio de romantismo pelo que está acontecendo, e é impossível não pensarmos "Poxa, eu quero um desses romances para mim!", e, até mesmo o antigo relacionamento de Isa consegue mexer conosco de alguma forma, à medida em que ela relembra os bons momentos e os bons tempos, e nos faz, mais uma vez, ter ciência de que um relacionamento não é somente feito das partes ruins, mas também das partes boas que acabamos deixando de lado no processo de separação.

Ah! Eu acho tão difícil falar sobre pontos negativos enquanto estou nesse estado de graça, ainda loucamente apaixonada pelo livro, mas, colocando os pés no chão por alguns minutinhos, posso dizer que essa obra irá desagradar os leitores que não curtem romances despretensiosos e leves, e também aqueles que não são nem um pouco adeptos da astrologia. Ainda, ouso dizer para os leitores que não curtem livros do tipo Chicklit, ou os enredos com uma pegada mais juvenil, talvez essa não seja a leitura certa para você. Mas, ainda assim, caso você seja um desses leitores que mencionei acima, mas ainda assim estiver disposto a dar uma chance, eu acho que ela valerá muito a pena!

Isa é uma mistura de personagem de mulher quietinha mas ao mesmo tempo ousada; um pouco tímida e ao mesmo tempo descolada; um pouco romântica e ao mesmo tempo a fim de curtir, e isso é uma característica que nos encanta na personagem, pois nenhum desses lados se mostra demasiado forçado ou exagerado. Além disso, em vários momentos me identifiquei com os sentimentos da protagonista, e isso foi um fator que fez com que eu me sentisse bem próxima dela. Outra personagem de grande destaque é Marina, a prima de Isadora responsável por levá-la para a balada que desencadeou toda a história dos signos. Marina é uma espécie de grande amiga, irmã e apoio, e é daquele tipo de pessoa para quem desejamos simplesmente mandar uma mensagem no meio da noite para conversar ou desabafar. Quanto ao núcleo masculino do enredo, admito que amei ver as características de cada homem do zodíaco, e concordo com muitas delas, mas, certamente o mais cativante é Andrei, o moço da balada, que relutei para me sentir cativada por ele, mas no fim, acabou me conquistando. Há vários personagens secundários nesse enredo, e todos foram de grande importância e tiveram destaques bem feitos, e personalidades muito bem criadas, e conseguem nos tocar de várias maneiras.

O livro é narrado em primeira pessoa, através do ponto de vista de Isadora, e é dividido em 42 capítulos de tamanho razoável, além de prólogo e epílogo. Além disso, a edição foi lançada pela editora Galera Record, e a edição está ótima, com uma revisão impecável.

Esse é o primeiro lançamento da autora, que lançou inicialmente o livro no whatpade, plataforma de leitura online, e lá alcançou mais de dois milhões de leituras, e após sua ida para a Galera Record, também está fazendo muito sucesso, sendo que seu livro esteve dentre as obras mais vendidas da editora na Bienal do Rio de Janeiro. Ainda, segundo a autora, podemos esperar para 2018 um livro de contos, que está previsto para sair no primeiro semestre, onde ao lado de outras três autoras renomadas, serão apresentadas histórias de "heróis do imaginário popular; e no segundo semestre a previsão é de que tenhamos em mãos o seu segundo livro solo, do qual ainda não temos grandes informações, somente a de que Ray irá "Ensinar todo mundo a sair da friendzone", segundo declaração em uma entrevista recente.

Em resumo, Os 12 signos de Valentina é uma leitura altamente recomendada para os leitores que gostam de bons romances, bons chicklits, bons dramas... em fim, esse livro tem tudo de bom, e é uma ótima leitura para as férias que estão chegando, pois é leve, divertido e envolvente.

Tamara Padilha
Leitora compulsiva com foco em quase todos os gêneros
(exceto os romances de época e ficção científica).
Apaixonada por escrita, e em breve bacharel em direito.
12 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

12 comentários:

  1. Oi. Tudo bem?
    Esse livro é o maior barato!!! Realizei a leitura a uns meses atrás e fiquei encabulada com a capacidade da Ray Tavares entreter os leitores... Concordo com você e também achei a idéia do livro genial, nunca li nada parecido e ao finalizar a leitura tive vontade de aplaudir de pé rsrs... OS 12 SIGNOS DE VALENTINA é realmente muito bom!
    Bjo

    ResponderExcluir
  2. Esse livro está na minha lista de desejos, acho que porque todos mencionam o quando ele é gostosinho de ler. Essa coisa de suspirar e se apaixonar com os livros é muito bom pra qualquer leitor. Outro diferencial é essa identificação que mencionou, quero muito ler.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu sou a pessoa mais alienada quando o assunto é signos. Não conheço e não me interesso, por isso o título do livro já me afasta muito da história. Porém o fato de se passar no Brasil e em SP, me deixaram curiosa quanto ao cenário e acho que seria um ponto positivo bem interessante.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, ótima resenha! Eu estou bem curiosa para ler Os 12 signos de Valentina, pois, apesar de não acreditar cegamente em signos, acho o assunto bastante interessante, além de gostar de leituras leves e divertidas.

    ResponderExcluir
  5. Terminei a leitura exatamente como você, examinando o signo de todo mundo! Até de ex namorado, é muito doido a maneira como esse romance nos envolve. Eu consegui imaginar o livro virando uma série, seria simplesmente incrível! Valentina é um lado ariano e destemido, escondido pela personagem e isso me fez amar ainda mais a leitura, outra coisa que ganhou muitos pontos positivos foram as criticas sociais feitas por ela.

    ResponderExcluir
  6. Adorei tua resenha! Tenho escutado muitos elogios a respeito desse livro mas nunca tinha parado pra ler uma resenha dele e gostei muito, fiquei com vontade de ler, a história parece ser super divertida! Obrigada pela dica!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    A cada resenha que leio fico mais arrependida de não ter solicitado esse livro. Parece ser uma leitura super divertida e fluida, daquelas ideais para curar uma ressaca literária ou intercalar com leituras mais pesadas.
    Não sabia que a autora já estava com outros projetos para o ano que vem, mas vou querer conferir tanto o livro de contos quanto o novo livro solo. E espero ler em breve Os 12 signos de Valentina, pois acho que é bem o estilo de leitura que eu amo.
    Adorei sua resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oiee Tamara ^^
    Confesso que não sou muito fã de romances com uma pegada mais juvenil, mas gosto de chick-lits e acho astrologia uma coisa muito interessante. Tenho vontade de ler esse livro, mas não é aqueeela vontade, sabe? Aquela que faz a gente colocar o livro no topo da listinha. Quero lê-lo um dia, mas não o faria agora, até porque estou querendo histórias mais complexas e que abordem traumas, dores e coisas do tipo.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oii Tamara, tudo bem? Gostei muito da sua resenha e saber que gostou tanto do livro! A premissa é realmente ótima e parece um livro mega divertido e até tocante, mesmo com alguns clichês (que são difíceis de desviar haha). Pretendo ler um dia e espero gostar também :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Aaaaaaa. eu adorei a ideia desse livro, mas ri na parte que o escolhido seria um libriano. Claramente que libriano não presta. Eu quero muito ler o livro agora, vocÊ conseguiu me conquistar, fora que a capa dele é mt bonita.

    ResponderExcluir
  11. Oi oi querida!
    Eu acabei de ler esse livro. E estou encantada com a sua resenha, porque foi bem sincera e relatou todos os detalhes da obra. Tamara, esse livro tem uma premissa bem leve, o que deixou a leitura a leitura bem fluida. Adorei ler a sua resenha, e espero ler mais resenhas escritas por você.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  12. Oi,
    estou super curiosa pela leitura deste livro. Tenho lido elogios maravilhosos a esta história e por trazer uma abordagem diferenciada envolvendo signos e horóscopo fico muita vontade de conhecer melhor a história, ainda mais por se tratar de um romance leve. Já faz um tempinho que não leio algo do tipo e estou mesmo precisando .

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir

 
© Galáxia de Ideias, VERSION: 01 - BLUE UNIVERSE - janeiro/2018. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda. Widget inspirado/base do menu por MadlyLuv
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo